Élon Brasil – Ritual dos Guerreiros – OST – 150 X 150 cm – Data: 2007 – Catalogada – Ref: EB-001

R$ 18.000,00 R$ 13.000,00

REF: EB-001. Categoria .

Artista: Élon Brasil
Título: Ritual dos Guerreiros
Técnica: Óleo Sobre Tela
Dimensões: 150 X 150 cm
Data: 2007

Obra Catalogada e Reproduzida no livro Élon Brasil e as Nossas Raízes Encantadas à página 174

ÉLON BRASIL

Filho de baianos – mãe negra, neta de índios, e pai (o artista Milton Brasil), neto de imigrantes italianos e portugueses – Élon resgata em sua história e origem, a fonte de inspiração, nasceu em 1957, em Jurujuba, no Rio de Janeiro e, começou a rabiscar seus primeiros crayons aos seis anos. Aos 12 anos, ganhou seu primeiro prêmio: uma medalha de ouro na 2ª Pinarte de Pinheiros, em São Paulo. Em 1970, junto com os artistas Aldemir Martins, Clóvis Graciano e Carlos Scliar, ilustrou o livro de poesias “Cantando os Gols”, de Titto Battine. Nas suas telas, mais do que reproduzir com fidelidade as cores e traços indígenas, o artista explora a textura, expressando em técnica mista a aspereza das peles pardas, discriminadas e sofridas dos povos ameaçados pela urbanização. Em 1983, ele morou com os índios Xavantes no Mato Grosso e fez contato com as tribos Tuparys, Yarunas e Tucanos em Rondônia e no Amazonas. Vivia como eles, participando dos rituais de crença, da busca pelo alimento na mata e dos costumes mais rústicos. Depois, o artista foi para a África, onde teve as mesmas experiências na procura do entendimento do misticismo. Hoje sua obra figurativa é composta por figuras da terra: índios, negros e caboclos, sempre cercados por texturas e cores marcantes. O objetivo é ressaltar e preservar a cultura brasileira e as suas raízes, sem maiores discursos.
Hoje, sua obra figurativa e abstrata é composta por imagens da terra: índios, negros e caboclos, cercados por textura e cores marcantes. Sua temática busca ressaltar e preservar a cultura brasileira e suas próprias raízes.
Ao morar na Suíça por seis meses, obteve a oportunidade de expor o seu trabalho em diversas ocasiões, tornando-se conhecido internacionalmente, principalmente com encomendas para colecionadores europeus.

Possui obras nos seguintes acervos:

Museums der Kulturen Basel o Basiléia-Suíça
Museu da Imagem e do Som o São Paulo-SP
Museu do Banco do Estado de São Paulo
Museu de Arte de Londrina-PR

Últimas exposições individuais:

1993 – Banco Central o São Paulo-Brasil
1993 – Banco Central o São Paulo-Brasil
1993 – Museu da Cultura/PUC o São Paulo-Brasil
1993 – Galeria Arcartes o Toronto-Canadá
1993 – Galeria Goetz o Basiléia-Suíça
1993 – Galeria ACBEU o Bahia-Brasil
1995 – Hotel Tropical o Bahia-Brasil
1995 – Galeria Goetz o Basiléia-Suíça
1995 – Golf Hotel o Berna-Suíça
1996 – Banco SLK o Bruxelas-Bélgica
1997 – Museu de Etnologia o Basiléia-Suíça
1998 – Centro Holístico de Educação e Vivência o São Paulo-Brasil
1998 – Espaço Cultural Banespa o São Paulo-Brasil
1998 – Brasil 500 anos-MASP o São Paulo-Brasil
1998 – Galeria Caribé o São Paulo-Brasil
1999 – Parque das Ruínas o Rio de Janeiro-Brasil

Avaliações


Não há avaliações ainda.

Apenas clientes logados que compraram este produto pode deixar um avaliação.